Archive for the ‘Turismo’ category

O fenômeno da Pororoca

01/03/2012

Fala Biogalera!!

Todos nós sabemos a riqueza de fauna e flora do Brasil, além da grande quantidade de rios, lagos e lagoas presentes no nosso país. Devido a grande extensão, diversidade, etc.  não se é difícil encontrar alguns fenômenos, no mínimo, “estranhos”. E é justamente sobre um desses fenômenos que venho falar hoje.

Alguma vez você já deve ter ouvido falar sobre o “fenômeno da Pororoca”, mas afinal, de que se trata esse fenômeno?

Pororoca é derivado do Tupi que designa “estrondo”, corresponde a um fenômeno natural onde acontece o encontro das águas de um rio com o oceano.

Pororoca, fenômeno ocorre na foz do rio Amazonas

Pororoca ou Mupororoca é a forma como são denominados os Macaréus, que se tratam do choque  entre águas de um  rio caudaloso com as Ondas durante o início da maré enchente.  que ocorrem na Amazônia. Trata-se de um fenômeno natural produzido pelo encontro das correntes fluviais com as águas oceânicas.

O fenômeno se torna mais evidente nas mudanças de fase da lua, especialmente na lua cheia e nova. O processo ocorre quando os níveis das águas oceânicas se elevam e essas invadem a foz do rio, o confronto dessas águas promove o surgimento de grandes ondas que podem atingir até dez metros de largura e cinco de altura, podendo chegar a uma velocidade que oscila entre 30 e 35 quilômetros por hora.

A pororoca é resultado da atração simultânea da Terra com o sol e a lua, o fenômeno apresentado nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril possui características particulares, três grandes ondas adentram nos canais dos rios, provocando o fenômeno “terras caídas” que consiste no desmoronamento de grandes quantidades de terras emersas, ocasionando a morte de animais, plantas e a destruição de casas.
O fenômeno da pororoca não ocorre somente no Brasil, em muitos países acontece o mesmo, porém com outras denominações. Como por exemplo, na França, que acontece na foz dos rios Gironda, Charante e Sena, o fenômeno é chamado de mascaret. Na Inglaterra ocorre na foz dos rios Tamisa, Severu, Trent e Hughly, nesse país recebe o nome de bore. Bangladesh: foz do rio Megma, o fenômeno é chamado de Macaréu.

Pororoca, fenômeno ocorre na foz do rio Amazonas

Esse espetáculo da natureza propiciou realizar um sonho antigo dos surfistas de todo mundo, no caso ter o prazer de surfar um “onda doce”. Eu como apaixonado pelo surf e pelas belezas da nossa mãe  natureza pretendo um dia realizar esse sonho de surfar na pororoca.

Surfando na pororoca

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco sobre esse fenômeno tão belo que acontece no nosso país.

tenham um ótimo dia e espero que continuem acessando nosso Biogalera!

Fonte: http://www.mundoeducacao.com.br

By Kássio Castro

Belezas Naturais do Piauí

19/10/2010

Bom gente, hoje 19 de outubro de 2010, é dia do Piauí. Pra quem ainda não sabe, nós escritores do biogalera, somos residentes deste estado. Hoje assistindo a um canal local, pude ver várias homenagens a ele e uma delas me tocou profundamente. Ela mostrava as belezas naturais que o estado possui, e me desculpem a falsa modéstia, não são poucas. Se a respeito do que falam pelo Brasil a fora, o Piauí é um estado pobre em educação, saneamento e saúde (coisas que deveriam ser reivindicadas pelos nossos representantes, que assim como  a maioria dos representantes de outros estados, não desempenham sua função com competência) ele é rico em hospitalidade, vontade de mudança e belezas naturais. O turismo no estado cresceu absurdamente de uns tempos pra cá , e é ele um dos principais responsáveis pela movimentação da economia do estado. Quem nunca veio passar férias no Piauí? Se não veio, após ler este post garanto que pensará duas vezes antes de viajar para outro lugar nas férias que não seja o Piauí.

Em vermelho o estado do Piauí

Piauí é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está localizado a noroeste da região Nordeste e tem como limites o oceano Atlântico (N), Ceará e Pernambuco (L), Bahia (S e SE), Tocantins (SO) e Maranhão (O e NO). Ocupa uma área de 251.529 km² (pouco maior que o Reino Unido) e tem 3.032.421 habitantes. Sua capital é a cidade de Teresina.

Eu poderia passar horas falando de tudo de bom que o estado possui, mas o post ficaria imenso e vocês entediados. Como dizem que uma foto fala mais que mil palavras, colocarei as fotos com uma breve descrição e deixarei que vocês tirem suas conclusões ok?

Vista aérea da cidade de Parnaíba

  • Parnaíba é segundo município mais populoso do Piauí, perdendo apenas para a capital Teresina. É um dos quatros municípios litorâneos do Piauí. E é a cidade que nós moramos.

Lagoa do Portinho

  • Cercada de dunas que se movimentam com a ação dos ventos, a Lagoa do Portinho é um dos mais belos cenários da natureza turísticas Piauiense. Suas águas escuras contrastam com as areias brancas, a vegetação e um Olho Dágua surge para dar vida à lagoa. Ideal para a pratica de esportes náuticos, como o Jet Ski e o Windsurf, a Lagoa do Portinho possui em suas margens barzinhos aconchegantes e uma Colônia de Férias com opções de hospedagem, alimentação, entretenimento e passeios de barco.

Usina Eólica na praia Pedra do Sal

Vista aérea da praia Pedra do Sal

  • A Pedra do Sal é dividida em duas partes: o lado Manso e o lado Bravo. O lado Manso tem poucas ondas, é de baixa movimentação e boas condições para pescaria e descanso. O lado Bravo é útil para esportes radicais como surf e asa delta. É a mais frequentada por turistas.

Delta do Parnaíba

Vista aérea do Delta do Parnaíba

  • Delta do Parnaíba está situado entre os estados brasileiros do Piauí e do Maranhão. É o único das Américas e um dos únicos do mundo em mar aberto. Formado pelo Rio Parnaíba, que tem 1.485 km de extensão, o delta do Parnaíba abre-se em cinco braços, dos quais quatro no Maranhão e apenas um no Piauí, envolvendo mais de 70 ilhas fluviais. Sua paisagem exuberante, cheia de dunas,mangues e ilhas fluviais, garante o cenário paradisíaco dessa região do Piauí e Maranhão.

Parque Nacional de Sete Cidades

Parque Nacional da Serra da Capivara

  • Sete Cidades – É de uma beleza exuberante, suas várias formações rochosas de diversos nomes, tamanhos e formas, algumas muito altas, lembram castelos, edifícios, muralhas, pessoas, animais, mapas e objetos, é um mundo em pedras, além de maravilhosos banhos (riachos, piscinas naturais) e uma linda cachoeira, pode-se encontrar também uma grande variedade de animais silvestres e inscrições rupestres de origem desconhecida.
  • Serra da Capivara – Patrimônio Cultural da Humanidade – UNESCO. Contém a maior quantidade de pinturas primitivas sobre rocha do mundo. Estudos científicos confirmam que a Serra da Capivara foi densamente povoada em períodos pré–históricos. Os artefatos encontrados apresentam o registro do homem há 50.000 anos.

E outros lugares lindos como a praia de Macapá, a praia de Barra Grande, Cachoreira do Urubu, entre outros.

 

Praia de Macapá - Piauí

Praia de Barra Grande

 

Post by: Alzira Farias

Fonte: Wikipédia, Istoepiaui.blogspot.com (colunista Antonio de Deus), deltadoparnaiba.com.br (Morais Brito – Viagens e Turismo)

Beijos.