Arquivo para agosto 2011

Alligator Gar (Peixe-Jacaré)

18/08/2011

Fala Biogaleraa!!

Hoje vocês vão conhecer um cara de aparência estranha que pode até assustar, no entanto é um peixe relativamente passivo, solitário que vive em águas salobras norte-americanas. Importante salientar que apesar de boatos, não há nenhuma prova concreta que esse animal tenha atacado algum humano.

Esse cara é um primitivo peixe actinopterígeo. Ao contrário de outros Gars , O Alligator gar possui uma linha dupla de grandes dentes no maxilar superior. Seu nome deriva do jacaré, devido a aparência destes dentes, juntamente com focinho alongado do peixe. A superfície dorsal da Alligator gar é um marrom ou verde-oliva de cor, enquanto a superfície ventral tende a ser mais leves.

Aligator gar (vulgo peixe-jacaré)

Uma característica anatômica interessante deste peixe é que sua bexiga flutuabilidade está diretamente ligado à sua garganta, dando-lhe a capacidade de tirar do ar acima da água. Por esta razão, Alligator gar são frequentemente encontrados perto da superfície de um corpo de água.

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre o Alligator gar, vulgarmente conhecido como peixe-jacaré e se possível deixem comentários com dúvidas, elogios, críticas, etc.

Abraços e boa semana a todos!

Aligator gar (vulgo peixe-jacaré) com o apresentador richard rasmussen

Fonte: EO Wiley, 1976 A filogenia e biogeografia de gars fósseis e recentes (Actinopterygii: Lepisosteidae).. Mus. Nat. Hist. Univ. Kansas Misc. Publ. 64:1-111.

By Kássio Castro

 

 

Foto da semana

17/08/2011

Phyllomedusa nordestina

Foto da semana

Foto enviada por Kássio Castro

Menor Sagui-pigmeu do mundo?

17/08/2011

Fala Biogalera!

Então hoje vou mostrar um primata de beleza ímpar que recentemente foi bem repercutido nos maiores jornais de publicação e revistas especializadas, no caso foi a possível descoberta do menor Saui-pigmeu do mundo.

Esse cara é a menor espécie de Símio (Subordem de primatas haplorrinos) conhecida, medindo apenas cerca de 15 centímetros de comprimento (excluindo os outros 15 centímetros de cauda) e pesando 130 gramas, de pelagem acastanhada. Devido à sua pequena dimensão, e seus movimentos rápidos, é muito difícil de observar na natureza.

Saguí - pigmeu

Ele pode ser encontrado na Floresta Amazônica, no noroeste do Brasil e em áreas da Colômbia e Equador, é tão pequeno que alguns índios o deixam no cabelo para que cate piolhos e outros bichinhos. Esse sagui é ótimo escalador de árvores, devido a suas garras e sua longa cauda que ajuda a manter o equilíbrio. Sua alimentação consiste de frutas, folhas, insetos  e seiva das árvores, que eles bebem após roer a casca com seus dentes incisivos. Usam uma variedade de sons para se comunicar uns com os outros.

Recentemente um sagui-pigmeu de três meses de idade foi encontrado medindo 12,7 centímetros e pesando apenas 60 gramas e pode ser o menor do mundo. O animal chamado “Reillo”, que era do tamanho de um dedo humano foi abandonado pelos pais ao nascer, pertence ao zoológico de Lincoln, no estado de Nebrasca (EUA). “Reillo” foi cuidado pela tratadora Sarah Jurgen, de 26 anos.

Sagui-pigmeu de 12,7 centímetros

Muito Obrigado por acessarem o Biogalera, se possível deixem comentários, sugestões, críticas, perguntas, etc.  O Biogalera sempre estará disposto à ajudar ou discutir assuntos de interesse biológico.

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre o Saguí-pigmeu e tenham uma ótima semana ;D

Fonte: http://g1.globo.com/

By Kássio Castro