Terrível “mosca peluda” é reencontrada no Quênia

Então Biogalera, pedimos mais uma vez desculpas a todos os nossos bioloeitores por nossa ausência, Isto se deve principalmente pelo fato do nosso final de semestre, a noticia boa é que todos nós (Alzira, Emanuel, Jack e Kássio) conseguimos passar para o período seguinte.

Então… Trago-lhes uma noticia que está percorrendo o mundo, que foi o encontro de uma espécie de mosca, no caso, vulgarmente chamada de “mosca peluda”, que tinha sido visualizado em meados dos anos 40 pela última vez.

"Mormotomyia hirsuta" parece aranha, por causa das pernas peludas.

Aqui está uma descrição mais aprofundada da redescoberta da “mosca peluda” publicada por cientistas do Quênia. NAIRÓBI (Reuters) – Cientistas no Quênia localizaram uma das moscas mais raras e de aparência mais estranha no mundo, após uma longa busca pelo inseto apelidado de “terrível mosca peluda”, anunciaram especialistas nesta quarta-feira.

Cientistas toparam com a mosca de pelos amarelos pela primeira vez em 1933, e então novamente em 1948. Desde então, pelo menos meia dúzia de expedições científicas visitaram um local entre as cidades de Thika e Garissa na tentativa de encontrar a mosca novamente.

Com cerca de um centímetro de comprimento, e encontrada até agora apenas sobre uma única pedra de 20 metros de altura, a mosca “Mormotomyia hirsuta” tem aparência mais semelhante a uma aranha que a uma mosca, devido a suas pernas peludas, disseram cientistas.

Incapaz de voar, a mosca se reproduz em fezes de morcegos, e acredita-se que ela viva apenas em uma fenda úmida, repleta de morcegos, em uma rocha isolada nos Montes Ukazi. Ela possui olhos minúsculos e asas não funcionais que lembram alças de cinto.

Acredita-se que ela viva apenas em uma fenda úmida, repleta de morcegos, em uma rocha isolada nos Montes Ukazi (Foto: Robert Copeland divulgação via AFP 4-12-2010)

O pesquisador. Robert Copeland, do Centro Internacional de Fisiologia e Ecologia de Insetos, sediado em Nairóbi, disse que a aparência física da mosca deixou os cientistas perplexos quanto ao lugar que ela ocupa na ordem das Dipteras, ou “moscas verdadeiras”.

“Coletamos espécimes novos para submetê-los a análise molecular, para ver onde exatamente a ‘terrível mosca peluda’ se encaixa no processo evolutivo”, disse Copeland à Reuters pelo telefone.

“Ela não possui adaptações óbvias para agarrar-se a outros animais, para se deslocar de um lugar a outro. Com suas pernas compridas, talvez consiga se agarrar a um morcego para pegar carona. Ela nunca foi encontrada em nenhum outro lugar.”

A Mormotomyia hirsuta é o único membro de sua família biológica, e alguns especialistas em moscas acham que ela acabará provando ser a única família de moscas inteiramente restrita à África.

Então Biogalera, espero que tenham gostado de conhecer a “tão temida mosca peluda” e peço que continuem acessando nosso Blog e que são vocês, bioleitores que nos motivam a escrever mais e mais … e consequentemente melhorar o Biogalera!

By Kássio Castro

Fonte: (Reportagem de Richard Lough) http://oglobo.globo.com/

Explore posts in the same categories: Curiosidades do mundo animal, Ecologia, Espécies em Extinção, Notícias, Zoologia

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: