Incêndios pelo Brasil

Olá amigos Bioleitores, antes de qualquer coisa me desculpem também (rsrs) pela ausência no blog. Também tenho estado muito ocupada,mas sempre que me sobra um pouquinho de tempo estarei aqui postando alguma notícia para vocês.Hoje  vim aqui para comentar com vocês sobre os contínuos incêndios que vem ocorrendo pelo Brasil,acho que todos vocês devem ter conhecimento sobre o assunto,já que este tem sido muito repercutido nas ultimas semanas.Enfim estou postando para vocês alguns trechos de reportagens sobre este assunto,para que possamos compartilhar esses tristes acontecimentos.

“Segundo especialistas, este ano, o número de incêndio no País está superior ao de 2009”. Isso acontece, principalmente, devido à massa de ar seco sobre os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Este ar seco inibe a formação de nuvens, o que impede as chuvas e também aumenta a incidência de raios solares no solo. Com as altas temperaturas, os incêndios espontâneos acontecem com mais facilidade. Os ventos fortes, típicos destas regiões, ajudam a proliferar o fogo.

O índice de umidade relativa do ar no Centro-Oeste, por exemplo, chega frequentemente aos 30%, considerado de atenção pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Outro dado importante e muito assustador é que só neste mês de setembro foram registrados 21 mil focos de incêndio por todo Brasil.

Em outra reportagem que assisti essa semana, falava sobre os incêndios no interior de São Paulo, onde as estradas quase sumiam no meio da fumaça preta, os próprios motoristas que trafegam nestas estradas reclamavam da falta de visão destas, onde se tornava difícil enxergar qualquer coisa. Na rodovia Raposo Tavares, uma das mais movimentadas do estado, a polícia teve que interditar o trânsito para evitar acidentes, mesmo assim, quatro carros se envolveram num engavetamento.

Os incêndios se espalham por todo o Brasil. Do começo do mês até agora foram registrados quase 22 mil focos de queimadas. No ano passado, no mesmo período foram pouco mais de seis mil.

Em Mogi Guaçu, no interior de São Paulo, uma floresta de 500 hectares foi destruída. O fogo começou na sexta-feira, saiu do controle nesta segunda-feira à tarde e continua queimando as árvores. A região é uma fazenda do estado onde são realizadas pesquisas sobre madeira e resina. Além da estação experimental, o fogo também atingiu a reserva biológica do Instituto de Botânica onde são feitos estudos sobre o cerrado. Ainda não há como dimensionar os estragos. Diversas pesquisas foram interrompidas e prejudicadas.

Em Goiânia, a fuligem atormenta os moradores. Perto da reserva ecológica da capital, o fogo destruiu cerca de 30% da área. O incêndio já foi controlado, mas os moradores sofrem com as consequências. Está difícil manter as casas limpas. O piso coberto de cinzas que vieram do parque em chamas, em outra casa a fuligem cobriu a pia e o aparelho de TV ficou totalmente sujo.

Em Manaus, os igarapés, que são braços de rio, estão praticamente sem água. Ainda é cedo para afirmar que há seca este ano será intensa. Tudo vai depender das chuvas nas próximas semanas. Mas esta já é a maior estiagem desde 1982 quando começaram os registros na região das cabeceiras do rio Solimões, que quando se encontram com o rio Negro, em Manus, forma o rio Amazonas. Sete municípios decretaram situação de emergência. Mais de cinco mil famílias ribeirinhas sofrem com a seca.

Em São Paulo, a situação fica pior por causa da poluição que sai principalmente dos carros. Às 9h15 da manhã desta terça-feira a umidade estava em torno de 28% e o centro de gerenciamento de emergência decretou estado de atenção na cidade. Nos últimos 30 dias isso se repetiu 20 vezes.

Próximo da hora do almoço a umidade caiu bem mais, o medidor apontava 24%. “Junto com o ar seco tem uma quantidade muito grande de poeira na atmosfera. Junto com esta poeira tem compostos químicos que podem ser até carcinogênicos, então imagina a quantidade e a variedade de coisas que podem estar se acumulando no nosso pulmão”, explica Adalgiza Fornaro, química da USP.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, cerca de 10 mil pessoas estão envolvidas no trabalho de combate ao fogo, principalmente nas áreas de proteção ambiental. Desse contingente, 3.000 são dos institutos Chico Mendes e Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e 7.000 são bombeiros de todo país. Para o analista do INPE, além das condições climáticas, grande parte dos incêndios pode ter origem criminosa (o que é um absurdo). No final do mês de agosto o IBAMA já tinha aplicado  mais de R$ 4 milhões em multas por queimadas ilegais na região Norte. Em Rondônia, uma pessoa foi presa em flagrante na quinta-feira (26.08) por atear fogo, sem autorização, em uma pastagem. Além da prisão, o infrator recebeu multa de R$ 3,4 milhões.

Fonte: G1 ,Folha de São Paulo,Jornal Hoje

O que mais me deixa triste é que essas pessoas que fazem queimadas de origem criminosa vão continuar a fazê-las. Ao meu ver multas não resolveram  o problema, essas pessoas tem é  que se conscientizarem do ato criminoso que elas fazem, e que este prejudicando  o meio ambiente estarão prejudicando suas vidas,já que qualidade de vida e meio ambiente caminham juntos.Outro fato é que estes incêndios vão continuar e vão acontecer cada vez mais com mais freqüência não só no Brasil mais em outros países.

Enfim ajudar nesses incêndio é muito difícil, então o que posso pedir a todos vocês é que se souberem e conhecerem alguém que façam queimadas ilegais que denunciem este é um passo muito importante, não deixe essas pessoas destruírem o nosso ambiente, o nosso planeta. Ah e aproveitando o ensejo e sempre bom tomar cuidado com os que podem ocorrer em nossas casas.Então aqui vai um folheto que ajuda a todos a tomarem as devidas preocupações.

Um abraço para vocês e uma ótima quinta-feira.

By: Jacqueline Araújo

Anúncios
Explore posts in the same categories: Notícias

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: