Fungo reduz em 40% diversidade de anfíbios em parque no Panamá

Trinta espécies de rãs desapareceram do Parque Nacional El Copé, no Panamá. Os animais morreram devido a uma epidemia causada pelo fungo Batrachochytrium dendrobatidis.

As rãs representavam 40% da biodiversidade de anfíbios da área. Muitas sobreviveram em regiões vizinhas, mas o fenômeno, descrito em artigo na revista científica “PNAS”, mostra a fragilidade da biodiversidade da região.

Dentre as espécies que desapareceram do parque estão uma rã toda preta, que se esconde sob folha e às vezes se enterra, e uma rã que vive no alto de árvores e plana.

Outras rãs que desapareceram ou correm grandes riscos de desaparecerem:

A rã Hylomantis lemur,com sua forte aplicação de delineador para olhos,desapareceu do parque EL Copé

A Craugastor punctariolus é endêmica do Panamá e, portanto, corre sério risco de extinção

A Hemiphractus fasciatus preda outras rãs e acabou no parque panamenho

A Ecnomiohyla miliaria é enigmática: vive no alto de árvores e pode planar! Infelizmente, sumiu do parque El Copé

A Cochranella euknemos, com sua pele translúcida, sumiu de seu hábitat no Panamá

Fonte:folha.com

By:Jack Araújo!!!

Anúncios
Explore posts in the same categories: Espécies em Extinção

Tags:

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: