BNDES força estádios a ficarem “verdes” para Copa-14

Bom, primeiramente eu gostaría de comunicar que eu não abandonei o Biogalera rsrs e queria pedir desculpas pela minha ausência nas últimas semanas. Em final de período é muito difícil ter tempo extra pra me dedicar ao blog, e quando tenho tempo a net super lenta da minha casa  me impede de postar rsrs. Mas o importante é que estou de volta, com mais notícias, curiosidades e etc, pra vocês. Estava com saudaaaades ;~~ rsrs.

Meu post de hoje é uma notícia bacana relacionada a copa, pra não fugir muito do post que a amiga Jack fez anteriormente.

“Estádios que sediarão jogos da Copa do Mundo no Brasil, em 2014, devem atender a exigências ambientais do Ministério do Esporte para ter financiamento do BNDES.

Os requisitos básicos para o financiamento são a coleta seletiva de lixo e a reciclagem do material de demolição, aproveitamento da água da chuva nos banheiros e gramados, otimização da ventilação e da iluminação naturais e uso de biocombustíveis.

O BNDES já foi procurado por 4 das 12 unidades da Federação que sediarão o Mundial: Amazonas, Bahia, Mato Grosso e Ceará.

Cada cliente pode conseguir até R$ 400 milhões como financiamento do banco para as obras dos estádios, mas para isso precisará de certificados ambientais reconhecidos globalmente.

A maioria dos escritórios de arquitetura contratados pelos Estados e municípios que sediarão jogos está atrás dos selos verdes.

As obras precisam ser vistoriadas desde a primeira martelada para serem aprovadas, porque os selos levam em conta o material escolhido e seu transporte até o canteiro, entre outros aspectos.

Os arquitetos afirmam que a médio e longo prazos o investimento compensa.

Vicente de Castro Mello, arquiteto responsável pelo projeto do Estádio Nacional de Brasília, que substituirá o Mané Garrincha, afirma que as arenas verdes dão retorno de sete a dez anos após a construção. “A partir daí, você só tem benefícios”, diz.

Os benefícios são, sobretudo, a geração da energia (por meio de painéis fotovoltaicos, que usam luz solar) consumida pelo próprio estádio.

Essa também é a aposta de Gustavo Penna, arquiteto da reforma do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Segundo Penna, o estádio venderá para a Cemig a energia produzida pelos painéis. Nos dias de jogos, consumirá energia sem ter de pagar à companhia.

Para aproveitar a luz solar, Penna afirma que implantará coberturas translúcidas e usará cores claras, especialmente o branco.

Esses benefícios devem compensar também o encarecimento das obras: com as restrições do BNDES, os projetos de construção e reforma das arenas ficam de 3% a 10% mais caros, segundo arquitetos ouvidos pela Folha.

Selos

A construção da Arena Amazônia, em Manaus (AM), por exemplo, custará, segundo o governo estadual, R$ 499 milhões. Sem os requisitos ambientais, poderia sair por R$ 449,1 milhões.

O gerente responsável pela sua construção, Osmar Aguiar, diz que tem preocupações em reciclar e reutilizar cadeiras, materiais de som e iluminação do antigo Vivaldão, em Manaus.

O Estádio Nacional de Brasília, a Arena Amazônia e o Mineirão buscam o selo americano Leed (Liderança em Energia e Design Ambiental, em inglês). A Fonte Nova, de Salvador (BA), deve ir atrás do mesmo certificado.

O Estádio das Dunas, de Natal (RN), ainda não definiu qual selo vai buscar.”

FONTE: FolhaUol

POST BY: Alzira R. Farias

Vai sair um pouquinho caro né? Mas a causa é nobre, concordam? O país gasta tanto dinheiro com outras coisas não tão importantes, não vai doer tanto assim gastar com algo que colabore para que o meio ambiente não sofra mais.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Ecologia, Notícias

Tags: , , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: